Working with reintegrated people. Perceptions within the organization.

Date
Journal Title
Journal ISSN
Volume Title
Publisher
POLITÉCNICO COLOMBIANO Jaime Isaza Cadavid
Date
2023-06-02
Abstract
Description
This article presents the results of a qualitative research aimed to describe and analyze the perceptions obtained through interviews with leaders of organizations in the Valle de Aburrá about the possibility of working with people reinstated from organized armed groups outside the law. It was determined, through the data obtained, that despite the directors expressing their willingness to work with ex-combatants, the interviewees do not perceive tangible benefits as employers, in addition to the lack of policies by the government in this regard. The interpretation that the interviewees make of the possibility of working with reinstated persons does not show voluntary adherence; It is characterized by a predisposition towards this population due to stereotypes when working with these groups.
Este artículo tiene como objetivo presentar los resultados de una investigación cualitativa, en la cual se describen y analizan las percepciones obtenidas a través de entrevistas a líderes de organizaciones del Valle de Aburrá acerca de la posibilidad de trabajar con personas reincorporadas de grupos armados organizados al margen de la ley, y de cuyos datos se infiere que, a pesar de que los directivos expresan su anuencia de trabajar con excombatientes, los entrevistados no perciben beneficios tangibles como empleadores, incluso por la falta de políticas de gobierno al respecto. Según la interpretación, para los entrevistados, la posibilidad de trabajar con reincorporados no es una adhesión voluntaria; más bien hay predisposición, basada en estereotipos, hacia esta población y a trabajar con esos colectivos.
Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa qualitativa destinada a descrever e analisar as percepções obtidas por meio de entrevistas com líderes de organizações do Vale de Aburrá sobre a possibilidade de trabalhar com pessoas reintegradas de grupos armados organizados à margem da lei. Apurou-se, através dos dados obtidos, que apesar dos dirigentes manifestarem a sua vontade de trabalhar com os ex-combatentes, os entrevistados não percebem benefícios tangíveis enquanto empregadores, para além da falta de políticas por parte do governo a este respeito. A interpretação que os entrevistados fazem da possibilidade de trabalhar com pessoas reincorporadas não mostra adesão voluntária; caracteriza-se por uma predisposição para essa população devido a estereótipos ao trabalhar com esses grupos.
Keywords
people reinstated, armed conflict, peace agreement, perceptions, organization, reincorporados, conflicto armado, acuerdo de paz, percepciones, organización, reintegrado, conflito armado, acordo de paz, percepções, organização
Citation
Collections